17 de March de 2022 -

CONFTAC se reúne com ANTT para debater medidas com o aumento no valor do combustíveis

Após a reunião realizada na última terça-feira (15) com o Diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Guilherme Teo, e o Superintendente da Suroc/ANTT, Cristiano Giustina, o Presidente da Confederação Nacional dos Caminhoneiros e Transportadores Autônomos de Bens e Cargas – CONFTAC, André Costa, está confiante em medidas que poderão compensar devidamente os caminhoneiros frente os atuais aumentos nos valores dos combustíveis. Segundo o Presidente, a reunião pode ser considerada positiva, pois foi reforçada a posição da ANTT em priorizar as questões que preocupam os caminhoneiros. Neste momento, a ANTT mobiliza esforços para que as atualizações na sua tabela do piso mínimo do frete permita que o caminhoneiro equilibre seu custo-benefício com o novo aumento dos combustíveis. A entidade aguarda o aumento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para que possa reajustar também a tabela do piso mínimo do frete, que em conjunto representa também uma série de cinco a dez medidas que deverão impactar o mercado. “Estou confiante que a ANTT tem total conhecimento de que o transportador autônomo não pode ser prejudicado com esses aumentos. Os esforços estão sendo realizados e temos a expectativa para que, assim que possível, as atualizações sejam anunciadas”, salienta André Costa. Outro tema que tem a atenção da CONFTAC é a proposta do Novo Regimento Interno da ANTT. Se aprovado, ele poderá extinguir uma importante e antiga unidade regional no Rio Grande do Sul. André Costa destaca que essa medida enfraquecerá o papel da Agência na fiscalização do transporte rodoviário de cargas e passageiros e da infraestrutura rodoviária e ferroviária, sendo uma preocupação da CONFTAC e de todo o setor pelo seu impacto negativo.