7 de July de 2023 -

Emissão de nota fiscal de MEIs tem taxas reduzidas para algumas categorias

Atualização nos valores acontece após o aumento do salário mínimo; confira as novas tributações

As taxas de emissão das notas fiscais para o Microempreendedor Individual (MEI) terão reajuste. A atualização nos valores acontece após o aumento do valor do salário mínimo para R$ 1.320, em vigor desde 1º de maio de 2023.

De acordo com a Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) nº 140/2018, os valores que compõem o recolhimento mensal do MEI incluem dois tributos principais: Imposto Sobre Serviços (ISS) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), além de uma contribuição variável de 5% do salário mínimo destinada à seguridade social.

Novas tributações de MEIs

Com o novo valor fixado em R$ 1.320, as contribuições do MEI foram reduzidas em algumas das categorias. Veja os valores:

  • R$ 66 para a seguridade social;
  • R$ 67 para a contribuição do ICMS;
  • R$ 71 para a contribuição do ISS;
  • R$ 72 para a contribuição conjunta do ICMS e ISS.

No caso específico do MEI Transportador Autônomo de Cargas, a contribuição para a seguridade social de 12% do salário mínimo foi ajustada para R$ 158,40. O valor é pago ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), além das demais contribuições equivalentes ao ISS e ao ICMS.

Anteriormente, as tributações de MEIs eram separadas da seguinte forma, de acordo com a atividade exercida e o salário mínimo anterior:

  • R$ 65,40 para atividades de comércio e indústria;
  • R$ 69,40 para atividades de prestação de serviços;
  • R$ 74,40 para atividades mistas (comércio, indústria e serviços).

É importante ressaltar que o período de apuração segue o regime de competência. Dessa forma, os novos valores de contribuição do MEI começarão a ser recolhidos a partir de junho, e será possível emitir os Documentos de Arrecadação Simplificada (DAS) correspondentes aos períodos de apuração de maio a dezembro.

Como emitir a nota fiscal MEI com novos valores

O Governo Federal prorrogou o prazo para a emissão da nota fiscal do MEI pelo portal gov.br para 1º de setembro. Anteriormente, esse processo era realizado em uma página municipal. A partir de setembro, o microempreendedor individual terá duas opções para emitir a nota fiscal MEI:

A mudança está relacionada à implementação da Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional nº 171/2022, que padroniza o processo de emissão da nota fiscal do MEI em todo o país. Vale ressaltar que a Nota Fiscal de Serviço Nacional (NFSN) é válida em todo o território brasileiro.

 

LINK: https://administradores.com.br/noticias/emissao-de-nota-fiscal-de-meis-tem-taxas-reduzidas-para-algumas-categorias