24 de April de 2023 -

IR 2023 de caminhoneiro tem regra própria: veja como declarar

Chegou a época de declarar o imposto de renda e os caminhoneiros autônomos também precisam prestar contas ao Leão. De acordo com o calendário da Receita Federal, em 2023 o prazo para fazer a declaração de IR termina em 31 de maio.

 

Seja como for, a categoria é beneficiada, desde 2013, pela lei n°1279. Assim, independentemente de seu faturamento bruto, o motorista autônomo recolhe sempre 10%. Segundo o advogado da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Alziro da Motta Santos Filho, trata-se de importante conquista da categoria.

Afinal, é notório que 90% do que o autônomo recebe mensalmente é destinado ao pagamento de custos com o caminhão. Assim, apenas 10% é, de fato, lucro. “Trata-se de declaração de lucro presumido. A categoria conquistou esse direito em 2013, por meio das entidades sindicais”, explica Santos Filho.

Seja como for, o advogado alerta que, na hora de fazer a declaração, é importante que o caminhoneiro informe todas as suas movimentações de transporte, bem como notas fiscais dos produtos transportados.

 

Benefícios da declaração

De acordo com o especialista, é importante que o caminhoneiro autônomo faça a declaração de imposto de rende. Assim, ele consegue ter uma comprovação de histórico financeiro. “Com isso, fica mais fácil obter crédito para financiar um novo veículo, por exemplo”, explica.

Ou seja, se o caminhoneiro não consegue comprovar renda, dificilmente obterá crédito. “A instituição financeira entende que ele não tem capacidade para pagamento”, afirma o advogado. Seja como for, o próprio caminhoneiro pode fazer sua declaração de IR 2023. Bem como contratar um contador.

Como declarar o Imposto de renda 2023

Segundo o contador e presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR), Laudelino Jochem, quem opta por fazer a declaração de imposto de renda por conta própria deve tomar alguns cuidados. Assim como seguir um passo a passo.

 

 

Conforme o especialista, a primeira providência é escolher um dos dispositivos que a Receita Federal fornece para preencher a declaração. Para isso, basta acessar o portal e-CAC ou baixar o aplicativo da Receita Federal. Depois disso, basta seguir as orientações.

Assim, o motorista autônomo deve informar sua renda anual, dados dos dependentes, despesas com saúde, educação, etc. Por isso, é importante juntar todos os documentos do declarante. Bem como de seus dependentes e de fontes pagadoras.

Nesse sentido, Jochem lembra que também é preciso obter os informes de rendimentos dos bancos em que o profissional tem conta. Outra dica é na hora de preencher a lista de bens e direitos. Ou seja, isso inclui o caminhão, casa, aplicações financeiras e dívidas, entre outros.

 

 

Porém, mesmo que prefira contratar um contador para fazer sua declaração de imposto de renda, o caminhoneiro precisa ficar atento. “É importante se certificar que o profissional é habilitado para executar o serviço”, explica o especialista.

De acordo com ele, o preço cobrado pelos contadores é de, em média, R$ 300 para profissionais autônomos. Porém, o valor pode variar de região para região. “Assim como se a declaração de IR for muito complexa.

 

FONTE: https://estradao.estadao.com.br/caminhoes/ir-2023-de-caminhoneiro-tem-regra-propria-veja-como-declarar/