8 de August de 2023 -

MEI Caminhoneiro avança no Brasil; veja as vantagens

Há algumas regras para participar do MEI Caminhoneiro. Por exemplo, o autônomo pode ter apenas um funcionário com piso salarial mínimo. Além disso, não pode ter cadastro como CNPJ. Bem como seu faturamento anual deve ser de, no máximo, R$ 251.600.

Assim, como o MEI Caminhoneiro fatura mais, também recolhe imposto maior. São 12% sobre o salário-mínimo nacional. Ou seja, ante 8% do MEI convencional. Seja como for, podem se inscrever no programa os motoristas autônomos que atuam em operações municipais, intermunicipais, interestaduais e internacionais. Bem como os que transportam cargas perigosas. Assim como os que fazem mudanças.

Vantagens em ser MEI Caminhoneiro

Na visão do CEO da MaisMei, Mateus Vicente, a formalização como microempreendedor individual traz vantagens ao profissional. “Com o registro de MEI Caminhoneiro, o profissional autônomo passa a ter CNP. E isso gera facilidades na hora de tomar crédito, com juros menores, por exemplo”, diz. Assim, dá para emitir nota fiscal com imposto fixo e reduzido. Isso facilita a contratação de serviços. Bem como diminui o custo com tributos.

Empréstimo com juros mais baixos

Conforme especialistas ouvidos pelo Estradão, ao se tornar MEI caminhoneiro o motorista passa a ter mais segurança na hora de negociar fretes. Além de ter acesso a benefícios como crédito com juros menores. Isso pode facilitar a compra do caminhão novo ou usado. Portanto, em vez de fazer acertos informais, o profissional pode passar a trabalhar com contrato. Além disso, quem não é MEI tem mais dificuldade para fechar fretes com empresas.

O caminhoneiro cadastrado como MEI também consegue evitar o atravessador. Ou seja, as agências de frete que fazem a intermediação entre embarcadores e motoristas. Assim, o profissional pode negociar valores de frete e prazos diretamente com quem precisa contratar o serviço.

Como resultado, quem está cadastrado no programa consegue faturar mais. Além disso, com o MEI Caminhoneiro o profissional consegue comprovar sua faixa de renda. Assim, ao menos em tese, há maior facilidade de contratação de financiamento em bancos.

Aposentadoria e auxílio em caso de doença

Da mesma forma, quem é MEI Caminhoneiro tem direito a benefícios previdenciários semelhantes aos de empregados com carteira assinada. É o caso do auxílio em caso de doença, por exemplo. E, como esses profissionais passam a ter número de CNPJ, também fica mais fácil contratar planos privados de saúde.

De acordo com contadores consultados pelo Estradão, quem é MEI Caminhoneiro também passa a ter responsabilidades que o motorista informal não tem. Ou seja, como a inscrição no programa cria um número de CNPJ, implica o pagamento regular de impostos.

Além disso, o profissional tem de elaborar um relatório mensal de faturamento. Bem como passa a ser obrigado a entregar a declaração anual de imposto de renda à Receita Federal.

LINK: https://estradao.estadao.com.br/caminhoes/mei-caminhoneiro-avanca-no-brasil-veja-as-vantagens/