24 de March de 2023 -

Senadores dos Estados Unidos querem derrubar lei de 1917 que criou imposto sobre venda de caminhões

Após mais de 100 anos, uma lei de 1917 pode ser derrubada nos Estados Unidos. Um projeto de lei apresentado senadores americanos Ben Cardin e Todd Young, quer encerrar a cobrança do Imposto Federal de Consumo sobre caminhões pesados e implementos.

Essa lei foi criada como parte do esforço norte-americano na Primeira Guerra Mundial, e servia para ajudar as Forças Armadas do país a avançarem no conflito. A primeira cobrança desse imposto sobre a venda de um caminhão aconteceu em 1917.

A lei estabelece uma alíquota de 12% sobre o preço de venda do caminhão, sendo o imposto especial de consumo mais alto aplicado a qualquer produto nos EUA.

De acordo com a imprensa norte-americana, essa lei aumenta o preço dos caminhões entre US$ 12.000 e US$ 22.000 (R$ 62,6 mil a R$ 114,8 mil).

Para os senadores, se a revogação desse imposto ocorrer, as empresas e transportadores teriam um incentivo a mais para adquirirem caminhões zero KM, o que aumentaria as vendas, melhorando a economia, e também reduziria emissões e deixaria as estradas mais seguras.

“É hora de revogar esse imposto desatualizado e oneroso sobre nossos caminhoneiros. Nosso projeto de lei abrirá as comportas para investimentos em caminhões e reboques mais seguros e limpos que beneficiarão nossa economia e o meio ambiente”, disse Todd Young.

A American Trucking Associations (ATA) apoia a revogação do imposto.

“O imposto federal sobre a compra de caminhões adiciona quase US$ 25.000 ao custo de novos equipamentos – retardando a implantação de veículos mais seguros e ecológicos. Esse imposto de mais de 100 anos – instituído pela primeira vez para apoiar as tropas americanas durante a Primeira Guerra Mundial, sobreviveu muito à sua utilidade e agora atua como um impedimento para a criação de empregos, redução de emissões e melhoria da segurança nas estradas”, disse o presidente e CEO da ATA, Chris Spear.